Brasil

Elly Aguiar

Sao Caetano do Sul / SP

Ouça

Baixe o Flash Player para ver este player.

Coloque no seu site

Copie o código abaixo e cole no seu site.

Release

“NA TUA CASA”: TALENTO, BOM GOSTO E ECLETISMO


Basta um breve passeio pelas faixas do CD “Na Tua Casa”, primeiro álbum do cantor, compositor e instrumentista Elly Aguiar, para perceber todo o talento, bom gosto e ecletismo estético do jovem músico, que co-produziu o álbum. Os estilos das canções vão da bossa-jazz (“Mudança”) e do maraca-funk (“Linha de Produção”) até o latin-jazz (“Na Tua Casa”), samba-funk (“Partido do Alto”), pop-jazz (“Quando as Palavras”), e música regional (“Gente Simples”). Tudo executado por um time de amigos e músicos profissionais, como Jorge Ervolini e Cacau Santos (guitarras), Helinho Silva (contrabaixo), Ogair Jr. (piano), André Luis (saxofone) e Cesinha do Acordeon, além, é claro, do próprio Elly (voz, baixo e violão).
A direção musical ficou por conta de Jorge Ervolini. “Escolhi o Jorge Ervolini como arranjador e diretor musical pois sabia que ele me entenderia. Ele não só compreendeu minha música, como também captou minhas influências* e transpôs tudo isso para as partituras com maestria. O Ervolini é um dos poucos que consegue fazer isso aliando lirismo e singeleza com sensibilidade e inteligência”, elogia Elly.
Nas canções, letras permeadas de gratidão (“Na Tua Casa”), evangelismo (“Partido do Alto”), profecia (“E Virá”), graça (“Mudança”), protesto (“Linha de Produção”), simplicidade (“Gente Simples”) e súplica (“Existe Razão”). No coração, reconhecimento e emoção. “Também não posso esquecer de citar o amigo e poeta Isaías de Oliveira, parceiro de algumas letras e, principalmente, de coração”, ressalta.
O belo projeto gráfico do álbum é assinado pelo designer e diretor artístico Marco Bernardes (Xampu). Na capa, uma árvore solitária no meio do deserto. “Essa árvore representa o coração do homem que, se tiver raízes em Deus, é capaz de brotar do mais improvável chão”, finaliza.

Música no Sangue

Quem nunca ouviu falar do músico e compositor paulista Elly Aguiar pode pensar que o novo álbum “Na Tua Casa” representa sua estréia na música cristã. Talvez por não conhecer seu talento precoce e saber que aos 9 anos de idade já musicava salmos. Nessa mesma idade, aliás, costumava dedilhar um pequeno teclado em casa e tocava percussão na banda da igreja. O estímulo vem de berço. Desde sempre a família esteve envolvida com música e sua infância foi marcada pelos hinos tradicionais do cancioneiro pentecostal e pelos acordes do pai ao trombone e trompete e da mãe no acordeon.
Multi-instrumentista e auto-didata, aos 8 anos Elly Aguiar começou a estudar violão sozinho, aos 12 iniciou estudos em contrabaixo e aos 17, inspirado pelos solos de rock e blues de Jimmy Hendrix e Stevie Ray Vaughan, decidiu aprender aquele que se tornaria seu instrumento mais expressivo, a guitarra. Estudou na Fundação das Artes de São Caetano do Sul, uma das melhores escolas de música do país, onde também se tornou baixista e tecladista.
Aos 20, atendeu à sua vocação ministerial e passou a integrar o grupo de louvor da Primeira Igreja Batista de Santo André (SP). Por lá ficou até 2001, quando se afastou da igreja e passou a perambular em ‘terras distantes’. O ano de 2003 marcou seu retorno à casa do Pai, fato que o motivou a compor “Na Tua Casa”, sua obra-prima. A canção, que dá nome ao seu CD, é uma narrativa auto-biográfica de um filho que andou tal qual “ovelha sem pastor, ferida e com frio na alma”, mas foi resgatada “na noite escura” por Deus. A narrativa emocionou o músico e pastor Gerson Borges, que a escolheu para encerrar seu musical “A Volta do Filho Pródigo”, gravado em 2004. Recentemente, o pianista e arranjador carioca Fernando Merlino, que, entre outros gênios da música, já acompanhou Chico Buarque, Emílio Santiago e Leny Andrade, considerou “Na Tua Casa” a canção mais marcante que já ouviu. “Essa música toca o coração das pessoas porque é fruto de um momento de profunda intimidade com Deus. Aliás, as canções que faço surgem de períodos de dor, lamento, introspecção, auto-conhecimento e, por que não, de alegria e celebração da amizade”, revela Elly, que acredita que as músicas cuja inspiração vem da oração e da palavra de Deus serão, inevitavelmente, abençoadas e abençoadoras.
O período que se seguiu a 2003, ano em que Elly passou a freqüentar a Comunidade de Jesus de São Bernardo do Campo (sua atual igreja), trouxe ao jovem músico 8 das 9 composições reunidas no álbum “Na Tua Casa” (exceção feita para “E Virá”, de 97).
Elly gosta de destacar que o CD é voltado para todos os públicos, mas sobretudo aos “evangélicos não-praticantes”, como ele diz, pessoas que têm feridas espirituais abertas ou mal curadas. “Infelizmente, ao invés de ser lugar de cura e edificação, a igreja tem adoecido mais ainda as pessoas. Espero que, ao ouvirem este CD, elas sejam tocadas pelo Senhor e se conectem ao Espírito Santo de Deus”.

*Influências

No baú de Elly Aguiar é possível encontrar as mais diversas influências musicais. O único pré-requisito comum a todos os sons, segundo ele, é a boa qualidade. No balaio entram Jackson do Pandeiro, Dominguinhos, Sivuca, Gonzagão, Gonzaguinha, Lenine, Chico Science e Nação Zumbi, Clube da Esquina, Milton Nascimento, Beto Guedes, 14 Bis, Pena Branca & Xavantinho, Tião Carreiro e Pardinho, Tonico e Tinoco, James Taylor, The Police, Sting, Prince, Madonna, Michael Jackson, U2, Earth Wind & Fire, Marvin Gaye, Stevie Wonder, Jimmy Hendrix, Eric Johnson e Stevie Ray Vaughan, para citar os principais. No cancioneiro cristão, Rebanhão, Janires Magalhães, Jairinho, Sérgio Pimenta, João Alexandre, Guilherme Kerr, Jorge Camargo, Gerson Borges e Asaph Borba. “O som que mais impactou minha vida foi o do Rebanhão dos anos 70 e 80 e o disco ‘Plantando a Semente’, dos Vencedores por Cristo”, relembra.






Sobre Elly Aguiar


Jorge Ervolini, guitarrista e arranjador

“O Elly é dono de um senso melódico privilegiado que, aliado à sua habilidade com vários instrumentos, faz dele um músico que junta lirismo e energia com muita personalidade. Sobra-lhe talento e bom gosto para dar uma roupagem atual para conceitos da vida cristã que tem raízes profundas no seu coração”.

Isaías de Oliveira, poeta e escritor

“O som do Elly soa como um pop vigoroso, objetivo, sem meias palavras, recheado de rifs nervosos que, por sua vez, embalam letras sinceras nascidas na alma de um artista-menino que se aninha e se refugia no colo do Pai. A música do Elly tem cores fortes e vivas. É ‘agressiva’ e cheia de sentimento ao mesmo tempo-agora. É atual, mas traz consigo resquícios de melancolia. Nos faz voltar à casa do Pai e desejar nunca ter saído de lá”.

Fernando Merlino, pianista e arranjador

“Parceiro de caminhada, amigo, cúmplice nos talentos dados por Deus e, acima de tudo, abençoador na minha vida pelo que enche meu coração com sua música e amizade, acolhedoras e edificadoras”.

Gerson Borges, músico e pastor

“O Elly recebeu muitos talentos e, desde que nossa vida se cruzou, há quase dez anos, eu o vejo multiplicando-os, pelo esmero e zelo de quem se sabe adorador, servo e discípulo do Cristo. Esse álbum "Na tua casa", substancia essa minha afirmação: ele compôs, tocou (vários) instrumentos, cantou e co-produziu um CD que tem tudo para ficar muito tempo ecoando no coração da gente, que se vê convidada a ficar em casa, na casa do Pai. Contemplação e festa, meditação e júbilo, poesia e contrição se misturam nas canções que foram muito bem registradas aqui”.

Integrantes

Não há nenhum integrante cadastrado

Dados para Contato

Telefone: Não informado
Site: http://ellyaguiarmusic.blogspot.com/
Email: elly.aguiar@gmail.com

Influências

Janires Magalhães, Sérgio Pimenta, Gérson Borges, João Alexandre, Jackson do Pandeiro, Luiz Gonzaga, Jimi Hendrix, Prince, Milles Davis

Últimas Fotos

Não há nenhuma foto cadastrada

Shows e Eventos

Não há nenhum evento programado


Últimos Comentários

Não há nenhum comentário cadastrado


Garagem MP3 © 2006-2017 • Política de Privacidade
HomeCifrasCadastre sua BandaContato